sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Papai Noel, fantasias e solidariedade

Pois é, dezembrão tá aqui, Natal chegando... Vem aquela velha sensação de tempo voando. Mas também é hora de autoavaliação, reflexão, energias e pensamentos positivos para serem transformados em ações para fazer um ano melhor.

Uns dias atrás eu estava conversando com uma amiga (psicóloga) sobre crianças e comentei que penso em não falar sobre Papai Noel para meus filhos, se um dia eu tiver algum. Sinceramente eu acho que o papai-noel é uma figura que representa o consumismo dessa época do ano. Vejo criancinhas desejando tudo o que não podem ter e depois tristes e frustradas pois o "Papai Noel esqueceu-se delas".
E então ela lembrou-me de algo que eu havia esquecido: a fantasia! Palavras dela: "Crianças estão na época de fantasiar, de inventar. Papai Noel é fantasia". Enfim! Juntando a isso, minha irmã hoje comentou que quer me dar um presente de Natal e na hora eu disse a ela: "Um cachorro"?! Sério, eu tenho cachorro e meu apartamento não comporta mais nenhuma formiga (hmm talvez um formigário caiba... :-D hehehe ) além do meu #Lhasa sapeca.. Mas sempre que penso em presente pra mim, lá dentro eu pulo "UM CACHORRO!!!!" Como minha irmã disse que não é um cachorro (ela não é louca), meu segundo pensamento: "UMA LAMBRETA ANTIGA ITALIANA AZUL" hehehehe

Engraçado né?! Aí resolvi escrever a minha cartinha pro Papai Noel, agora, com quase trinta mesmo. Não lembro de ter feito isso em outra época... Mas acho que vai ser legal poder fantasiar e pedir os presentes malucos que no meu íntimo vivo torcendo para que me deem, mas que eu sei que são pura fantasia.

Se ficar aceitável, publico a cartinha aqui depois.

Papai Noel pode ser real

Os Correios fazem uma campanha há alguns anos, "Papai Noel dos Correios", em uma tentativa de atender as cartas endereçadas ao Papai Noel que chegam o ano todo.
Milhões de cartas endereçadas ao Papai Noel chegam de todas as partes do País. São crianças, jovens e até adultos que expressam seus sonhos por meio da escrita. É neste instante que, há 23 anos, a fábrica de realizar sonhos do Papai Noel dos Correios inicia seu trabalho, que só termina com o sorriso da criança que vê sua a carta respondida e/ou seu pedido atendido. Essa fábrica de solidariedade funciona graças a sua ajuda. Existem duas formas de apoiar: ler e selecionar as cartas enviadas ao Papai Noel e/ou adotar as cartas selecionadas.
Já participei outros anos, como madrinha, comprando presentes. Eu acho essa iniciativa muito legal, muitas cartinhas têm desejos simples, mas que faz muita diferença pra quem está pedindo. Muitas pedem uma bola, uma boneca... você faz bonecas? Porque não mandar uma pelos correios como se fosse o Papai Noel?

Enfim, para conhecer melhor a campanha, acesse esse link aqui. Fica a dica... :-)

Pin It button on image hover